Glossário - Cosmetovigilância

Referência: Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Resolução – RDC nº. 332, de 01 de Dezembro de 2005. D.O.U. - Diário Oficial da União; Poder Executivo, de 02 de dezembro de 2005.
 
Cosmetovigilância:
Cosmetovigilância é a avaliação sistemática das reações adversas e desvios de qualidade durante a etapa de comercialização dos produtos de Higiene Pessoal, Cosméticos e Perfumes, que contempla a captação adequada das queixas e a análise técnica dos casos relatados. 
 
Desvio de Qualidade:
Afastamento dos parâmetros de qualidade estabelecidos para um produto ou processo. 
 
Evento adverso/Experiência adversa:
Qualquer ocorrência desfavorável, que pode ocorrer durante o tratamento com um produto de Higiene e Cosméticos, mas que não possui, necessariamente, relação causal com esse tratamento. 
 
Produtos de Higiene Pessoal, Cosméticos e Perfume:
São preparações constituídas por substâncias naturais ou sintéticas, de uso externo nas diversas partes do corpo humano, pele, sistema capilar, unhas, lábios, órgãos genitais externos, dentes e membranas mucosas da cavidade oral, com o objetivo exclusivo ou principal de limpá-los, perfumá-los, alterar sua aparência e ou corrigir odores corporais e ou protegê-los ou mantê-los em bom estado.  
 
 

Fique por dentro!

 

Solicitamos aos usuários de nossos medicamentos, cosméticos e produtos para saúde que entrem em contato conosco caso reações adversas ou desvios de qualidade sejam identificados durante a utilização dos mesmos.

A notificação pode ser realizada das seguintes formas:

  • Por e-mail, clicando no link abaixo:

  • Ou através do telefone:

(90xx21) 2142-7777

Esclarecemos que todos os relatos serão considerados como confidenciais e serão utilizados pela empresa somente para análise e manutenção da qualidade e da segurança de nossos produtos.